Segunda, 20 de agosto de 2018
LS Landri Sales Publicidades
Assistência Social

17/05/2018 ás 12h01 - atualizada em 17/05/2018 ás 12h05

LS Landri Sales

Landri Sales / PI

Secretaria de Assistência Social realiza campanha de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes
A campanha tem o objetivo de mobilizar a sociedade e convocá-la para o engajamento contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes.
Secretaria de Assistência Social realiza campanha de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes
Foto/divulgação

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Conselho Tutelar em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde e Educação, promoveram nesta quarta-feira (16/05), na U. Escolar Dr. José Pinheiro Machado uma palestra de conscientização contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.


A campanha tem o objetivo de mobilizar a sociedade e convocá-la para o engajamento contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes.


Durante a palestra alunos fizeram apresentações musicais.


Confira as imagens:



.


Por que 18 de maio?
Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos. 
Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência. 


Abuso x Exploração
A violência sexual pode ocorrer de duas formas distintas. Abuso sexual é qualquer forma de contato e interação sexual entre um adulto e uma criança ou adolescente, em que o adulto, que possui uma posição de autoridade ou poder, utiliza-se dessa condição para sua própria estimulação sexual, da criança ou adolescente, ou ainda de terceiros, podendo ocorrer com ou sem contato físico. 


Denuncie
Além da prevenção, o combate a essa realidade exige que os casos sejam denunciados. Portanto, se souber de algum caso de violência sexual infantil, procure o conselho tutelar, delegacias especializadas, polícias militar, federal ou rodoviária e ligue para o Disque Denúncia Nacional, de número 100. 

Você pode agir. Proteja nossas crianças e adolescentes. Faça bonito e disque 100.


Fotos: Dougllas Silva.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium