Quarta, 23 de maio de 2018
LS Landri Sales Publicidades
Meio Ambiente

14/12/2017 ás 22h03 - atualizada em 16/12/2017 ás 13h23

Gustavo Rodrigues

Landri Sales / PI

Conferência do Plano Municipal de Saneamento Básico é realizada em Landri Sales
Foi realizada nesta quinta-feira (14/12), a I Conferência do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), em Landri Sales.
Conferência do Plano Municipal de Saneamento Básico é realizada em Landri Sales
Foto/reprodução

Foi realizada nesta quinta-feira (14/12), a Conferência do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), em Landri Sales.


A Conferência do Plano Municipal de Saneamento Básico, foi realizada com o apoio da FESPSP, com as seguintes finalidades: avançar na consolidação do PMSB; realizar balanços dos resultados dos eventos de controle social que apresentaram no diagnóstico; Prospectivas e programas, projetos e ações do PMSB e reunir representantes de diversos segmentos para votar as propostas colhidas durante o diagnóstico do PMSB.


A reunião contou com a presença do prefeito Aurélio Saraiva; Vice-prefeito José Vieira; Vereadores; Secretários municipais; Técnicos da FESPSP; representantes da FUNASA; representante da Secretaria Estadual das Cidades (SECID), e sociedade civil.


O evento teve início às 09:30h com execução de um vídeo do Secretário Estadual das Cidades Fábio Xavier, logo após foram chamadas autoridades do município para compor a mesa solene: Vice-prefeito José Vieira, Vereadores e Secretários. E em seguida, fez-se a leitura do Regimento da Conferencia do Plano Municipal de Landri Sales, sendo aprovado por unanimidade.


Todos os membros dos Comitês de Coordenação e Executivo foram apresentados para a plenária. Logo após teve início a apresentação técnica dos produtos que compõem o Plano Municipal de Saneamento básico, debatendo centralmente os seguintes temas: Sistema de abastecimento de água, seus poços e reservatórios, bem como sua rede de distribuição, o Sistema de Esgotamento Sanitário e os diversos tipos de destinação para o esgoto presentes no município, Sistema de drenagem urbana, seus principais problemas e áreas de maior risco de inundação, erosão, alagamentos; e por fim, o sistema de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, geração/coleta de resíduos, sua disposição final e os serviços executados pela Prefeitura a essa questão.


Durante o debate, o representante da (SECID) Ovessímo Jesus, elencou que seria de suma importância que a capacitação do Sistema Municipal de informação de Saneamento fosse feito com profissionais efetivos do município.


 


O Plano Municipal de Saneamento Básico foi colocado à votação, sendo aprovado por unanimidade pelos delegados do Plano Municipal e Plenário presente na Conferência. 



FONTE: Gustavo Rodrigues

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium